[ANSOL-geral]Porque que o Softwar Livre sempre melhor?

Rui Miguel Seabra rms arroba 1407.org
Thu Sep 25 15:23:02 2003


--=-TtNVagE1fiKyhuBYsQss
Content-Type: text/plain; charset=UTF-8
Content-Transfer-Encoding: quoted-printable

Num post no Gildot[1], von escreve:

     O software =C3=A9 uma ferramenta. N=C3=A3o =C3=A9, =C3=A0 partida, mel=
hor apenas
    por ser "livre" ou por ser "propriet=C3=A1rio".

Software Livre =C3=A9 n=C3=A3o =C3=A9 o software que =C3=A9 n=C3=A3o est=C3=
=A1 preso. =C3=89 o
software que concede a _todos_ os utilizadores quatro liberdades
consideradas como fundamentais:
   1) A liberdade de executar o software, para qualquer uso.
   2) A liberdade de estudar o funcionamento de um programa e de
       adapt=C3=A1-lo =C3=A0s suas necessidades. (para a qual =C3=A9 necess=
=C3=A1rio
        ter acesso ao c=C3=B3digo fonte)
   3) A liberdade de redistribuir c=C3=B3pias.
   4) A liberdade de melhorar o programa e de tornar as modifica=C3=A7=C3=
=B5es
       p=C3=BAblicas de modo que a comunidade inteira beneficie da melhoria=
.

Qualquer software que n=C3=A3o conceda estas quatro liberdades =C3=A9 dito
como n=C3=A3o-livre ou propriet=C3=A1rio. Como estas liberdades s=C3=A3o co=
nsideradas
fundamentais, no dom=C3=ADnio do software, e como qualquer restri=C3=A7=C3=
=A3o de
liberdade =C3=A9 uma coisa m=C3=A1 (n=C3=A3o estou a falar de puni=C3=A7=C3=
=B5es), ent=C3=A3o
decorre que o software que n=C3=A3o concede estas quatro liberdades a _todo=
s_
os utilizadores est=C3=A1 a fazer uma coisa m=C3=A1 aos utilizadores:

                            restringir-lhes   a   liberdade

Assim sendo, =C3=A9 sempre melhor n=C3=A3o sermos punidos com restri=C3=A7=
=C3=A3o de
liberdade apenas porque queremos uma necessidade satisfeita.

    =C3=89 melhor do que as alternativas
    baseado na qualidade t=C3=A9cnica que tem.

N=C3=A3o apenas. A vis=C3=A3o da qualidade t=C3=A9cnica, embora importante,=
 n=C3=A3o
=C3=A9 o =C3=BAnico ponto de vista que deve ser seguido. Decidir assim reve=
la
que foram consideradas apenas pormenores t=C3=A9cnicos e pouco ou nada
as suas consequ=C3=AAncias longo prazo.

    H=C3=A1 bom software livre, como o h=C3=A1 mau,

Mau =C3=A9 uma palavra amb=C3=ADgua neste caso. O que se quer dizer =C3=A9 =
que
h=C3=A1 software livre que pode n=C3=A3o satisfazer a necessidade t=C3=A9cn=
ica
na sua plenitude. Mas tamb=C3=A9m, ningu=C3=A9m no seu perfeito ju=C3=ADzo
afirmaria que qualquer software livre satisfaz todas as necessidades
t=C3=A9cnicas.

    tendo a vantagem de poder ser alterado/melhorado, embora nem
    sempre isso seja compensador pois podem exitir alternativas (livres
    ou propriet=C3=A1rias) de qualidade superior.=20


=C3=89 sempre verdade, e gra=C3=A7as ao exerc=C3=ADcio das 4 liberdades
fundamentais =C3=A9 poss=C3=ADvel melhorar, completar, at=C3=A9 se ter a
satisfa=C3=A7=C3=A3o necess=C3=A1ria, dependendo, =C3=A9 claro, da capacida=
de t=C3=A9cnica
de quem manipula. Pode ser necess=C3=A1rio adquirir o servi=C3=A7o a
programadores profissionais, de forma a obter determinada
funcionalidade que n=C3=A3o esteja pronta.

    Cair num talibanismo pro-software livre e n=C3=A3o ver nada mais =C3=A9=
 um
   exagero e =C3=A9 o erro de muita gente.

Esta =C3=A9 uma acusa=C3=A7=C3=A3o t=C3=ADpica, que n=C3=A3o =C3=A9 muito d=
if=C3=ADcil de rebater...

Os Talibans perseguem ferozmente quem n=C3=A3o segue o modelo religioso
deles.

As empresas de software n=C3=A3o-livre tipicamente perseguem ferozmente que=
m
n=C3=A3o segue o modelo econ=C3=B3mico delas.

Basta ter em aten=C3=A7=C3=A3o os raids =C3=A0 procura de c=C3=B3pias n=C3=
=A3o autorizadas de
software, e come=C3=A7ar a pensar em como isso =C3=A9 perfeitamente an=C3=
=A1logo aos
raids religiosos contra os infi=C3=A9is, quem sabe se n=C3=A3o culminando e=
m
audazes actos terroristas provocando a morte de milhares.

Rui

[1] http://www.gildot.org/comments.pl?sid=3D03/09/24/238254&cid=3D21

--=20
+ No matter how much you do, you never do enough -- unknown
+ Whatever you do will be insignificant,
| but it is very important that you do it -- Gandhi
+ So let's do it...?

Please AVOID sending me WORD, EXCEL or POWERPOINT attachments.
See http://www.fsf.org/philosophy/no-word-attachments.html

--=-TtNVagE1fiKyhuBYsQss
Content-Type: application/pgp-signature; name=signature.asc
Content-Description: This is a digitally signed message part

-----BEGIN PGP SIGNATURE-----
Version: GnuPG v1.2.1 (GNU/Linux)

iD8DBQA/cwjXo+C50no0+t4RAvVnAJ9zbX9gVAYH9VTCVTlM6jdQFbxkcgCfX4ty
eo4P9xD/UXfjzsp4SFLKhBs=
=EYZF
-----END PGP SIGNATURE-----

--=-TtNVagE1fiKyhuBYsQss--